Como habituar o seu cão à Crate

Joel na Crate enquanto rói um osso

A habituação à crate deve ser feito passo a passo assegurando-nos que o cão vai aprender a apreciar o tempo que está lá dentro, se não o fizermos correctamente o cão associa o tempo que passa dentro da crate como um castigo ou um enclausuramento e pode desenvolver problemas comportamentais sérios como ladrar incessantemente, ansiedade, etc.

A crate deverá ser suficientemente grande para garantir que o seu cão consegue pôr-se em pé e dar a volta lá dentro, assim como ter as patas esticadas. A crate nunca deverá ser pequena demais, porque isto poderá causar problemas sérios nas articulações e ossos do seu cão, portanto assegure-se que obtém o tamanho correcto.

Durante a primeira semana

- Após ter comprado a crate e durante as primeiras duas semanas a crate deverá ter a porta sempre aberta.Se fôr necessário mantenha a porta aberta prendendo-a com um fio ou algo que a mantenha segura.


- Coloque um cobertor ou algo fofo que o seu cão goste para fazer a cama dele dentro da crate.


- Todas as refeições deverão ser dadas dentro da crate.


- Deverá de quando em quando, colocar pedaçinhos da ração dentro da crate para que o seu cão seja agradavelmente surpreendido quando lá fôr.


- Brinque com o seu cão atirando uma bola ou brinquedo para dentro da crate e deixando-o ir lá buscar.


- NUNCA force o seu cão a permanecer dentro da crate, a regra é ter a porta SEMPRE aberta.
Se o seu cão entrar dentro da crate e se deitar lá dentro voluntariamente, recompense-o dando-lhe um pedaçinho de comida e dando-lhe atenção.


- É importante que o cão associe o estar dentro da crate a muitas situações positivas e vantajosas acontecem. Para onde fôr possível, leve a crate consigo para o local onde passa mais tempo, para que ele tenha sempre a possibilidade de ir para lá, mas permanecer perto de si e mantendo contacto visual consigo.


Durante a segunda semana


- A porta da crate deverá manter-se aberta durante todo o tempo.


- Continue a reforçar todos os momentos que o cão voluntariamente escolher estar dentro da crate.


- Se o seu cão adormecer dentro da crate,feche a porta mas permaneça no mesmo local (onde ele o possa ver). Nesta fase ele já deverá ter dormido dentro da crate algumas vezes por escolha dele. Se fôr a primeira vez que ele adormece na crate, não feche a porta.


- Todas as refeições deverão ser dadas dentro da crate, mas desta vez feche a porta enquanto ele come. Certifique-se que abre a porta da crate alguns segundos ANTES do cão terminar a refeição.


- Continue a brincar com ele e a atirar ou brincar com os seus brinquedos favoritos dentro da crate.


- Continue a mudar a crate de local para onde você passa mais tempo.


Durante a terceira semana


O cão já deverá estar muito mais ambientado com a crate.


- Feche a porta durante as refeições e não abra logo. Espere algum tempo antes de abrir a porta.


- Enquanto o cão come, saia do mesmo compartimento deixando o cão só e dentro da crate.


- Dê Kong ou osso de roer ao seu cão dentro da crate e feche a porta. Saia do local e volte assim que ele terminar. Pratique durante a semana e vá aumentando o tempo que ele permanece lá dentro depois de ter terminado o Kong ou osso.


- Se o seu cão adormecer dentro da crate, feche a porta. Pode ausentar-se, mas fique atento e solte-o assim que ele acordar (só e apenas se ele não estiver a ladrar ou a pedir para sair, só se pode abrir a porta se o cão estiver calmo, senão ele aprende a ladrar para que lhe abram a porta).

Seguindo o esquema da terceira semana, vá aumentando o tempo que o cão permanece dentro da crate gradualmente e devagar, assim como aumentando o tempo que ele fica só enquanto está lá dentro.


Dicas Importantes


* NUNCA deixe o seu cão dentro de uma crate mais do que 4 horas seguidas. 4 horas é o tempo máximo de enclausuramento em crate para um cão.


* Leve-o sempre à rua ou ao local para urinar depois de lhe abrir a porta da crate, para que ele tenha a oportunidade de ir à casa-de-banho no local correcto.


* Cachorros não devem permanecer dentro de crates por mais do que 1h se cada vez e sempre supervisionados.


* NUNCA abra a porta da crate ao seu cão se ele estiver a ladrar, esgravatar ou a tentar sair. Se isso acontecer, espere pacientemente que ele se acalme, leve o tempo que levar. Não fale com o cão nem estabeleça contacto visual. Quando ele se acalmar, abra a porta e deixe-o sair.


* Se o seu cão estiver muito aflito para sair, quer dizer que você andou depressa demais. Volte a pensar nos passos acima citados e comece do início. As crates são extremamente úteis e normalmente os cães aprendem a adorar estar dentro das mesmas, mas o processo de habituação deverá ser gradual e feito com tempo.


* A crate permite dar ao seu cão um local seguro e calmo e seguro. Respeite a crate do seu cão, não deixe que crianças incomodem o seu cão se ele estiver na crate. Quando um cão escolhe ir para a crate um cão está a escolher recolher ao seu “ninho”.


* Certifique-se que a crate está num local da casa onde ele possa observar o que se passa e não totalmente isolado, porque isso far-lo-á sentir que está isolado da família.


* O sistema de treino com crate é extremamente útil para resolver problemas que vão desde destruição em casa, ensinar a ir à casa-de-banho no sítio certo, poder separar dois cães, mantendo-os seguros até casos mais complexos como ansiedade de separação, agressividade e outros. Todos estes problemas deverão seguir um protocolo de modificação comportamental acompanhado por um comportamentalista/treinador.


* Normalmente leva muito menos tempo do que 3 semanas a ambientar um cão a uma crate, no entanto, é melhor não arriscar e perder algum tempo na habituação e ter um cão completamente confortável e seguro dentro da crate.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

NÃO QUEIRA UM CÃO DE GUARDA Por Claudia Estanislau

5 mitos do cão "agressivo"

Estimulação Mental com a Amanda