Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2009

Cães Acorrentados

Imagem
Texto retirado de Unchain Your Dog

Está preocupado com um cão acorrentado no pátio ou jardim de alguém? Existem muitas coisas que pode fazer para melhorar a vida desse cão!

A primeira coisa a fazer é aprensentar-se e conhecer os donos do cão. Traga um amigo por motivos de segurança, e bata à porta. É muito importante ser-se muito simpático e amigável, e respeitar os donos do cão. Ofereça um pacote de guloseimas para cão ou ração para quebrar o gelo.
Lembre-se de referir que tudo o que está a oferecer é grátis. Toda a gente gosta de coisas grátis!

Começe por se apresentar.

Depois diga algo como:

"Sou voluntária/o numa associação de ajuda aos animais e vim oderecer alguns recursos grátis para o seu cão ( mesmo que não seja membro de uma associação, a maioria das pessoas reconhece os voluntários destes locais como alguém que gosta e se preocupa com os animais). Eu moro na área e vi o seu cão no seu quintal. Eu tenho uma casota extra e se quiser posso dar-lhe."

"Eu notei que te…

O QUE É QUE ACONTECEU AO TERMO LOBO ALPHA? por David L. Mech

O termo alpha aplicado aos lobos tem uma longa história. Durante muitos anos livros e artigos sobre lobos mencionavam o macho alpha e fêmea alpha ou o par alpha. Em muita literatura popular, o termo ainda é usado. No entanto, observadores interessados, devem ter constatado que nos últimos anos esta tendência começou a mudar. Por exemplo, 19 proeminentes biólogos que estudam somente lobos da Europa e da América do Norte não mencionam o termo alpha, nem uma só vez, num longo artigo sobre os pares procriadores de lobos. O artigo entitulado “Os efeitos da perda de procriação em lobos”, foi publicado em 2008 no “Diário de Gestão da Vida Selvagem”. Em 448 páginas, o livro de 2003” Lobos: Comportamento, Ecologia e Conservação”, editado por Luigi Boitani e por mim mesmo e escrito por 23 autores, o termo alpha é mencionado em apenas 6 ocasiões e todas elas para explicar porque é que o termo está desactualizado. Porquê?


Esta mudança na terminologia reflecte uma importante mudança na forma como p…

Um mito do adestramento de "clicker": A dependência por comida

O Luiz Frederichi, escreveu um post interessante acerca do mito de que os treinadores de clicker viciam os seus cães em comida.

Ele diz:

Já ha algum tempo eu escrevi um artigo comparando duas vertentes do
treinamento animal: o treinamento de clicker e o trainemento "tradicional". Caso
não se lembre leia novamente o artigo clicando aqui.
Nele eu mostrei duas formas de reforço, o positivo (petiscos ou brinquedos) e o
negativo (a guia enforcador, colar de choque, colar de espinhos...) e
comparando-as cheguei a conclusão que o reforço positivo é uma forma agradável
de aprender e o reforço negativo seria como uma professora tirana que vai te dar
uma super bronca se você responder errado.
Agora eu vou comparar e provar por "A+B" que o que chamam de dependência por comida, ou que você terá que viver com biscoitos de cachorro no bolso para seu cão te obedecer é uma mentira e que adestradores tradicionais também tem sua dependência inicial pelo reforço (enforcador) utilizado por el…

DogTown versus Dog Whisperer

Existe um novo programa de TV cortesia da National Geographic, a mesma estação que transmite o Dog Whisperer “O encantador de cães”.
É chamado DogTown, e baseia-se em cães que foram salvos de situações que vão desde tristes a horríficas. Os cães são trazidos para o santurário da Best Friends no Utah, onde são reabilitados fisica e comportamentalmente por uma equipa de treinadores.

O primeiro episódio de DogTown focou-se em 22 pit bulls confiscados do caso Michael Vick. A maioria deles tinham sido usados em lutas, e alguns tinham sido usados como cães isco. Por entre os novos episódios de Dog Town, a National Geohraphic transmitiu um novo episódio do Encantador de Cães entitulado “Dueling Pit Bulls” ou Pit Bulls à luta. A diferença entre os dois programas na forma como procediam à modificação comportamental dos animais era evidente.

A maioria dos cães em DogTown não tinham qualquer socialização com pessoas, e alguns nunca sequer tinham sido passeados numa trela. Muitos eram agressivos com…

Seminário de Gestão e Funcionamento duma Associação de Animais

Imagem
A It's All About Dogs, anuncia a realização do 1º seminário deEstratégias e Desenvolvimento para Associações de Animais, realizado para a Associação Cantinho dos Animais de Beja no passado fim de semana nos dias 28 e 01 de Março.


A convite desta associação passamos muitas horas a discutir e abordar temas referentes ao desenvolvimento de uma associação de animais e como esta se pode aproximar dos modelos de sucesso que temos no estrangeiro.
O seminário foi um sucesso, tendo terminado com demonstrações práticas no Domingo de tarde, e um jogo onde todos puderam colaborar.


O meu obrigada à Associação Cantinho dos Animais de Beja e continuação de um excelente trabalho, que todos os vossos projectos de concretizem, e que a vossa força de vontade e visão aberta para um futuro brilhante continue.
Mais acerca desta associação no seuBlog e mais sobres este seminário no blogBomcãopanheiro
Se quiser informações acerca de seminários e cursos dados pelaIt's All About Dogs, visite a nossa página…

Técnicas de modificação comportamental antiquadas pela AVSAB - American Veterinary Society for Animal Behaviour

COMO LIDAR COM RECOMENDAÇÕES DE COMPORTAMENTO ANTIQUADAS

por Dr. Sophia Yin, DVM,MS (Ciência Animal) – escrito para veterinários

Está você ou o seu pessoal a recomendar que clientes aprendam mais observando programas tais como “O Encantador de Cães”. Se sim, você poderá estar a prejudicá-los mais do que a ajudá-los.
O “Encantador de Cães” e outros programas de cães que se baseiam em castigos e teorias da dominância, têm alguns benefícios, diz Debra Horwitz, DVM, DACVB, presidente do Colégio Americano para Veterinários Comportamentalistas. “Estes programas mostram aos donos que outras pessoas também têm problemas com os seus cães e que não estão portanto sós. Os protagonistas dos shows também falam da necessidade de exercitar o seu cão e de lhe impôr regras, ambos são bons conselhos”.
Mas, Horwitz também diz que estes programas têm grandes falhas. “Estes treinadores usualmente atribuem problemas comportamentais a dominância, quando o comportamento do cão pode estar a ser exibido porque es…