Um mito do adestramento de "clicker": A dependência por comida

O Luiz Frederichi, escreveu um post interessante acerca do mito de que os treinadores de clicker viciam os seus cães em comida.

Ele diz:

Já ha algum tempo eu escrevi um artigo comparando duas vertentes do
treinamento animal: o treinamento de clicker e o trainemento "tradicional". Caso
não se lembre leia novamente o artigo clicando aqui.
Nele eu mostrei duas formas de reforço, o positivo (petiscos ou brinquedos) e o
negativo (a guia enforcador, colar de choque, colar de espinhos...) e
comparando-as cheguei a conclusão que o reforço positivo é uma forma agradável
de aprender e o reforço negativo seria como uma professora tirana que vai te dar
uma super bronca se você responder errado.
Agora eu vou comparar e provar por "A+B" que o que chamam de dependência por comida, ou que você terá que viver com biscoitos de cachorro no bolso para seu cão te obedecer é uma mentira e que adestradores tradicionais também tem sua dependência inicial pelo reforço (enforcador) utilizado por eles. Um clicker trainer precisa, de fato, utilizar comida no início do treino devido a fácil manipulação e rapidez de repetições.
Quanto mais repetições eu fizer com o cão, mais rápido ele associará e aprenderá
o comportamento ensinado. E agora veja pela lógica do cão, ele é um animal que
tem intrínseco a ele o trabalho como forma para se alimentar, ou você acha que a
mãe dele vai ficar trazendo comidinha na boca dele até ele morrer de velhice?
Então alimentar o cão enquanto ele trabalha talvez seja a forma mais parecida
que ele teria na natureza.

Visite o blog dele Mania de Cachorro para ler o artigo completo.

Comentários

Oi Cláudia,
Ter um artigo meu no seu blog é muito recompensador.
Adorei! Muito obrigado.

Mensagens populares deste blogue

5 mitos do cão "agressivo"

NÃO QUEIRA UM CÃO DE GUARDA Por Claudia Estanislau

Estimulação Mental com a Amanda