Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2009

Deverei esterilizar o meu cão?

A diminuição da população de cães abandonados tem que se tornar uma prioridade e um assunto urgente a ser abordado pela sociedade portuguesa.

O número de associações e canis que recolhem e doam animais das ruas cresce de ano para ano. Anualmente dão-se novos lares a milhares de cães e a prevenção deverá começar nestes locais.

As associações e canis nunca deveriam doar um cão ou cadela que não esteja esterilizado, independentemente da sua idade (em alguns casos felizmente isto já se verifica). Esta prática é comum na Inglaterra, assim como o pagamento de uma taxa de adopção que assegura o pagamento da cirurgia assim como vacinas e identificação através de chip.

Associações internacionais como a AVMA (Associação Veterinária Americana), a CVMA (Associação Veterinaria Canadiana), o CAWC (o Conselho para o Bem-estar de animais de companhia) e a Sociedade Mundial Para a Protecção dos Animais , para nomear apenas alguns, apoiam e incentivam a esterilização de animais de companhia como forma ef…

Apport Forçado por Dogsenjoy.blogspot.com

Este artigo foi retirado na íntegra do blog Dogs Enjoy e foi escrito pelos nosso colegas espanhóis.

É complementado por dois vídeos, peço que leiam primeiro o artigo antes de verem os vídeos, para entenderem o que estão a ver. Eu pouco ou nada tenho a acrescentar ao artigo e faço minhas as palavras dos nosso colegas na Dogs Enjoy. Mas vou deixar para complementar, um vídeo no final da sensacional treinadora Pere Saavedra a ensinar precisamente o mesmo exercício, mas com o método do clicker, para poderem comparar.

Muitos já ouviram falar (infelizmente...) do famoso apport (fazer com que um cão transporte algo na boca), assim como das técnicas de ensino através de evitamento, isto é o mesmo que dizer que o cão faz algo para evitar uma correcção (choque, puxão, etc..) ou um castigo. Muitos de nós vivemos esta realidade (não queiram imaginar os ganidos de um cão quando lhe é provocado medo ou dor) e tivemos a sorte de evoluir e deixar para trás estas técnicas pré-históricas e desumanas...gr…

David L. Mech fala acerca do termo Alpha

David L. Mechfala acerca do termo Alpha e explica porque é que este termo já não é científicamente correcto.


Entrevista com Cesar Millan

Esta entrevista foi feita na rádio, nos EUA, num programa chamado Pet Central conduzido por Steve Dale (biografia de Steve no final do artigo), tem a duração de48 minutos aproximadamente à qual vou deixar um link e está toda em inglês.

Infelizmente não tenho disponibilidade para traduzir a entrevista toda, mas gostaria de citar algumas da respostas dadas por Cesar Millan às questões colocadas e tecer alguns comentários. Podem ouvir a totalidade da entrevista no link

http://wgnradio.com/index.php?option=com_content&task=blogcategory&id=150&Itemid=265

é logo o primeiro link basta clicar no nome do Cesar Millan com o botão direito do rato e fazer “save as” e fazer o download em mp3 da entrevista.

O facto de que Cesar Millan usa métodos antiquados, que cairam em desuso pela grande maioria dos treinadores a nível mundial e que podem prejudicar, mais do que ajudar donos de cãs, não é segredo nem para a maioria das pessoas, nem para ele mesmo, que coloca anúncios enormes nos seus pro…

Dominância - o Mito

Imagem
A teoria da dominância e o facto de que a mesma à luz de muitos treinadores, cientistas, comportamentalistas, etólogos e biólogos e donos de cães é na realidade uma teoria ultrapassada, sem fundamento científico actual, não é segredo. A questão surge para alguns como controversa e polêmica, mas não é nova, nem revolucionária.
Alexandra Semyonova (2003) autora do estudo acerca da organização social canina afirma no seu estudo:
"A teoria da dominância está desesperadamente a necessitar de uma substituição. Schenkel protestou no instante que a teoria foi usada para explicar a organização social de lobos, mas por algum motivo, as pessoas ignoraram-no. Não demorou muito a que o mesmo mito fosse aplicado aos cães. Nem sequer podemos chamar a isto má aplicação da ciência, porque na realidade não é sequer ciência."
Só porque algo desafia aquilo que sempre ouvimos dizer e como tal tomamos como certo, não quer dizer que isso seja a verdade imutável. Aliás não existe tal coisa. A ciência …

Extinção de um comportamento o que é?

Muitas pessoas me perguntam,” se usa métodos positivos e não castiga o seu cão como faz para parar um comportamento que não quer?”
A resposta é quase sempre a mesma. Ignorar o comportamento indesejado. A falta de reforço de um comportamento leva invariavelmente à extinção do mesmo.
Vamos dar um exemplo clássico do cachorrinho que chora quando fica sózinho. As consequências desse comportamento (chorar) é que vão ditar o que o cachorro vai fazer no futuro (repetir o comportamento ou não). Se os donos acorrerem ao choro do cachorro este aprende que quando chora os donos vêm. O choro do cachorro é reforçado positivamente, pela presença ou aparecimento dos donos, mesmo que momentâneamente. Se o cachorro chora porque não quer estar só, mesmo aquele dono que aparece para resmungar com o cachorro estará a reforçar esse comportamento, porque para o cachorro a única coisa que interessa é que ao chorar o isolamento termina, mesmo que seja para ver o dono zangado.
Isto repete-se durante umas semana…