Extinguir um comportamento inapropriado

Já aqui falamos da extinção de um comportamento. Já até coloquei um video a explicar que quando iniciamos a extinção de um comportamento este processo atinge o que chamamos um pico e que nesse pico o comportamento que tentamos extinguir tem tendência a tornar-se pior e sofrer algumas alterações. Mas sabemos por garantido que após o comportamento ficar "pior" ele entra em extinção e desaparece. O que precisamos para que resulte? Paciência e muita consistência e saber que antes de melhorar vai piorar.

Tivemos em nossa casa em internato uma cachorrinha chamada Carly que sempre que era deixada sózinha desatava a choramingar. Começamos a extinguir esse comportamento, deixando-a só por curtos espaços de tempo e esperando que ela nos oferecesse um comportamento diferente. O comportamento entrou em extinção e atingiu o seu pico quando a Carly deixou de choramingar, para ladrar e raspar na porta. Nós sabiamos que o processo de aprendizagem estava a tomar lugar e colocamos um vídeo para verem como tudo se processa.

video

Comentários

Casa do Pinhal disse…
obrigada por me ensinares tanto, com tanta paciêcia!
Shelixeluv disse…
Excelente!! Parabéns!!

Mensagens populares deste blogue

5 mitos do cão "agressivo"

NÃO QUEIRA UM CÃO DE GUARDA Por Claudia Estanislau

Estimulação Mental com a Amanda