O que é preciso para treinar o seu cão


“O treino obediência já não é aquilo que era. Eu lembro-me à muito tempo atrás costumavamos caminhar horas à volta estrangulando os nossos cães com estranguladoras e sendo monitorados por um instructor ao estilo militar. Hoje em dia, os princípios de como os animais aprendem e um maior fluxo do número de pessoas que realmente sabem como ensinar outras, tornou a actividade muito mais agradável e eficaz.” – Jean Donaldson

Hoje em dia, o treino positivo permite que as oportunidades de treino se estendam às situações do dia a dia. Basta inserir o treino durante os anúncios da sua série favorita à noite, antes de colocar a tigela da comida do seu cão no chão, na esquina de uma rua durante o passeio, quando chega a casa do trabalho à porta de casa, etc. Para a maioria dos donos de cão se não todos, este tipo de treino é o mais realista.

O que você precisa

“A primeira coisa é estar alerta. Tempo seria melhor, mas uma vez que a maioria de nós tem o tempo contado, estar alerta éa primeira coisa do que precisa na sua lista. Precisa de estar alerta para perceber todas as oportunidades de treino fantásticas que se apresentam durante o dia. Os cães estão sempre a aprender, quer estejamos activamente a treiná-los ou não Eles são autênticas máquinas de aprendizagem. O que nos leva ao tema dos motivadores.

Você irá precisar uma lista dos maiores motivadores para o seu cão: os motivadores de ouro, prata e bronze. Este provavelmente serão coisas tais como conhecer e brincar com outros cães, algum tipo de comida apetitosa tal como queijo ou fígado cozido, ir dar um passeio, cheirar determinados locais como postes ou apanhar uma bola ou Frisbee.
Os cães viciados em bolas ou Frisbees são os chamados pelos treinadores de “high drive dogs”, o que quer dizer, especificamente, que têm um alto sentido predatório – a bola ou Frisbee para eles tal como um bicho a correr e isso despoleta algo dentro deles. Este tipo de cães são fáceis de motivar mas têm tendência a serem cães muito muito muito energéticos.
Cães como Border Collies, Malinois, Goldens e Labs de linhagem de trabalho, Pastores Alemães de linhagem de trabalho, Jack Russel Terriers e alguns Australianos de pastoreio veêm-me à cabeça. Cães que não têm um sentido elevado de drive, também podem ser treinados – também eles terão os seus motivadores de ouro, prata e bronze e em geral é muito mais fácil viver com este tipo de cães.”




O seu cão também pode adorar passear de carro, que lhe abram a porta para ganhar acesso ao jardim, ou que a abram para voltar a entrar em casa, por exemplo. Pode adorar festas, que lhe atirem a bola ou que o deixem ir dizer olá ao cão da vizinha. Estas situações também são usadas como motivadores.

Você tem que parar de dar todas estas “coisas” de graça. A partir de hoje peça sempre ao seu cão, que faça algo antes de lhe dar acesso às suas coisas favoritas. O treino positivo opera muito sob a permissa de que "eu dou-te o que tu queres, se tu me deres o que eu quero", portanto se a Safira quer subir para o sofá, tem que fazer um deita primeiro. Se quer ir á rua, tem que me oferecer um senta e espera primeiro, etc....
Se o seu cão estiver a saltar que nem um tolo em frente ao corredor antes de ir passear, por favor, não coloque a trela e leve-o a passear! Aquilo que o cão aprende é que comportamentos de histeria fazem com que tenha acesso ao que ele mais quer.
Peça que se sente e espere antes para ter acesso ao passeio. Se ele não se sentar, simplesmente vá embora e tente de novo dali a uns minutos. Talvez você tenha que se contentar apenas com um cão mais calmo no início, antes de pedir um senta e fica, mas assim que conseguir que ele esteja mais calmo, algumas vezes depois peça o tal senta e fica.
Dentro de poucas semanas o cão irá provavelmente estar imóvel, sentado enquanto você vai buscar a trela, veste o casaco , pega nas chaves e abre a porta. Ele não se atreve a mexer, com medo que você cancele o passeio nem que seja temporariamente.


Lembra-se quando falei das oportunidades que surgem no dia-a-dia? Você irá tê-las, portanto quando as tiver, não as ignore.

A seguir é uma lista de comportamentos que você quer do seu cão. Isto pode incluir sentar-se em frente às pessoas para dizer olá, na vez de saltar para cima delas, deitar-se na cama na vez de pedir comida à mesa, vir quando é chamado. A lista é sua, escolha!

Se o seu cão puxa na trela que corra à loja de animais mais próxima e compre um halti harness. Estas novas trelas não ensinam o seu cão a não puxar mas tornam os seus passeios bem mais fáceis, na medida em que é mais fácil segurar e manter o cão perto de si, sem que este lhe arranque o braço! Depois peça ajuda a um treinador positivo para lhe dar as técnicas de como pode ensinar o seu cão a andar sem puxar, na trela. Mas esta trela permite-o ter passeios mais relaxados e focar-se entretanto noutras coisas como brincar, treinar sentas ou simplesmente gozar dos passeios.

Outro objecto essencial é o clicker. Porquê? Porque o clicker irá permitir que comunique eficaz e rapidamente com o seu cão. Permite moldar comportamentos tão complexos como levantar a pata traseira ou tão simples como deita. Mas acima de tudo torna o processo de aprendizagem muito mais rápido. Para quem não quer usar o clicker, uma palavra que marque o momento certo também serve, embora esta pode deter uma carga emocional ou ser desfasada do comportamento em si. O clicker é um objecto barato, e fácil de se usar e deverá ser usado apenas no início para ensinar comportamentos novos. Quando o cão já souber esses comportamentos não há necessidade de usá-lo mais.

Outra vantagem do clicker é poder ser usado por qualquer pessoa. Facilmente uma pessoa de idade, uma criança ou até uma pessoa comdeficiência física e numa cadeira de rodas pode treinar o seu cão. Não há necessidade de usar força física e o treino torna-se parte da vida de todos os que têm um cão, e não só daqueles que têm força ou carácter autoritário.


Também precisa de brinquedos. Bolas, frisbees ou o tipo de brinquedos que ganham vida nas suas mãos. Cordas de puxar são óptimas e são óptimos jogos de cooperação. Deverão ser jogados com regras restritas e o cão deve ser ensinado a pegar e largar sob comando tal qual neste vídeo aqui. Mas depois do cão estar ciente do que as palavras pega e larga significam este jogo é óptimo para cansar o seu cão, criar um laço maior entre vocês e tornar-se-á um motivador de ouro para treinar outros comportamentos.

Uma coisa que necessitam q.b. é consistência e paciência. Lembrem-se que não existem treinos milagrosos. Nenhum cão aprende do dia para a noite, com método nenhum! Isso só mesmo na televisão e nos shows editados de 45 minutos. Os cães que vemos na vida real a ganharem medalhas de obediência, a correrem agility, a salvarem vidas de pessoas, a detectarem bombas ou a assistirem cegos ou pessoas com deficiências, são treinados durante muito tempo. Não espere que o seu cão seja diferente. Muna-se de paciência e divirta-se com o seu amigo, afinal de contas o treino é um jogo para ele, torne-o um jogo para si também!


O que não precisa


Não precisa de coleiras de choque, estranguladoras ou coleiras de bicos. Não precisa de berrar, usar força física ou assustar o seu cão para conseguir treiná-lo. Estas coisas são algo que fazem parte de um passado onde nada melhor havia. Hoje em dia temos sorte! Porque podemos obter resultados sem termos que aceder a esses instrumentos de treino antiquados.

Comentários

Virginia Gallego disse…
Genial....pena o saber portugues.
Gracias por enlazarte con nuestro blog.
Sara disse…
Nossa, primeira vez que entrei no seu blog,e achei muito interessante. Conteúdo de muita qualidade, um exemplo, parabéns!
Com ceteza estarei acompanhando!
Também tenho um blog, dá uma visitada:
http://meucaomeuamigo.blogspot.com/
Marta disse…
Olá Claudia!
Tudo o que foi escrito sobre "o que é preciso para treinar o seu cão" está excelente.
Adorei o texto!

Gostava de saber se é possivel falar contigo de uma forma mais "private" (via email), pergunto isto porque tenho um rafeiro grandito e o sacanita é tramado. Por vezes fico desesperada com ele :(

Bem, se for possivel pfv contacta-me para martins.marta.a@gmail.com

Obrigada e continua com este grande blog (de certeza que ajudará muitos donos)

MM

Mensagens populares deste blogue

NÃO QUEIRA UM CÃO DE GUARDA Por Claudia Estanislau

5 mitos do cão "agressivo"

Estimulação Mental com a Amanda